sábado, novembro 11, 2006

As estrelas são cegas



Ter um pai dono da cadeia Hilton permite uma catrefa de extravagâncias, desde aparecer em vídeos pornográficos caseiros na internet a ver músicas produzidas por grandes estúdios. Vamos ver como Paris coordena tão vastas actividades nesta análise da letra de "Stars are Blind".


"I don't mind standing sometime
Just hanging here with you (será uma homenagem ao cãozinho Tinkerbell?)
Cause I don't find too many guys
That treat me like you do (ai não, afinal é a um dos famosos matulões...)
Those other guys all wanna take me for a ride (ela não, são eles...)
But when I walk they talk of suicide
Some people never get beyond their stupid pride (é verdade... preconceituosos!)
But you can see the real me inside (consta que sim, consta que sim...)
And I'm satisfied oh no oh

Chorus:
Even though the gods are crazy (pois, quem paga agora são eles)
Even though the stars are blind (são elas e o Stevie Wonder)
If you show me real love baby (até já os bebés são metidos ao barulho)
I'll show you mine (aparentemente algo que a Paris faz com facilidade)
I can make you nice and naughty (sem comentários)
Be the devil and angel too (versos repetidos não vale, hein?)
Got a heart and soul in body (isto sim é filosofia do mais alto quilate)
Let's see what this love can do
Maybe, I'm perfect for you (you = tudo o que se mexa)

Sem comentários: