segunda-feira, janeiro 31, 2005

Especial Legislativas 2005 (Entrevista 1)



Boa noite, senhoras e senhores blogospectadores. Como o prometido é devido, começamos hoje com a primeira de cinco entrevistas, que se vão realizar ao longo da semana, e que pretendem revelar a toda a blogosfera (sim, tu, habitante do Tuvalu que tens um blog, também podes ler!) quem são os verdadeiros 5 candidatos a primeiro-ministro de Portugal. Não se deixem enganar pelas que começam logo à noite na RTP, isso é obviamente tudo falso.

Assim, temos hoje connosco o famoso e inigualável Professor Karamba!

Oranginalidade - Boa noite Professor Karamba.
Professor Karamba - Boas noites!
O - Antes de mais muito obrigado por nos receber, e permitir que o nosso blog lhe descubra a careca (nesta altura tirámos-lhe o barrete) e revele as suas ambições políticas.
PK - Isto não é careca, pá. É que o cabelo do africano é mesmo assim, só encarapinhado. Madululu!
O - Pois, desculpe... Mas que palavra foi essa última?
PK - Peço perdão, peço perdão, Madululu é uma magia para te parar o diafragma e parares de respirar. Não foi de propósito, fico um bocadinho irritado e faço logo disparate.
O - Não faz mal, Professor Karamba. Agora tenho uma pergunta fulcral para lhe fazer! Que medidas defende para Portugal?
PK - Eu defendo que Portugal não deve ter mau-olhado nem maus kokoshos. Assim, comigo a Primeiro-Ministro... todo o lar português vai ter uma pata de coelho, uma figa de prata e uma erva de Kinshasa.
O - Hmmm, claro, claro... e o terrível problema do défice das finanças públicas? Como pensa combatê-lo?
PK - Isso aí é mais claro que água, irmão! Está-se mesmo a ver... juntas 3 gotas de creme do Kundulola, alguns ramos de trevo de Binokoware e pele do rabo do Okonowo! Aí o país até vai dar lucro!
O - E numa frase, porque é que os portugueses devem votar em si?
PK - Porque o Professor Karamba é um grande líder, e tem solução para tudo! Por isso, até tem para Portugal. A história recente fala pelo Professor Karamba. Depois de se tornar o Professor Medium que mais vende em Portugal, está imparável. Superei mesmo os meus grandes adversários Professor Karaças, Professor Kum Katano e até o Professor Porra Papagaio!

Temos candidato!

O Oranginalidade orgulha-se ainda de apresentar a sua parceria de cobertura das eleições, que decorrerá até ao dia 21 de Fevereiro! O nosso parceiro é o fantástico blog Louca-mente, aliás criador do novo (é o terceiro) banner que publicita esta nossa ronda de investigação eleitoral. Este novo banner é mais pequeno e maneirinho, e volto a fazer o repto para que o coloquem nos vossos blogs, para que quem clique em cima dele tenha acesso às verdades mais escaldantes da blogosfera!

(lamentável, lamentável foi o facto de o Professor Karamba abandonar a entrevista com a fotografia do entrevistador alfinetada a um bonequinho de vudu... Vamos lá a ver se as entrevistas continuam...)

domingo, janeiro 30, 2005

Aviso à navegação!



Ilustres visitantes do Oranginalidade, este post serve para vos avisar de fantásticas revelações que serão trazidas a lume pelo nosso pasquim durante a próxima semana.

A RTP publicitou que na semana que se segue vai entrevistar diariamente um dos candidatos dos cinco principais partidos que concorrem às eleições legislativas. Numa jogada publicitária sem precedente em Portugal, o Oranginalidade está na posição de vos poder garantir que os candidatos e os partidos que são mostrados ao país, não fazem mais do que esconder uma terrível realidade.

Assim, de 2ª a 6ª feira, vamos contar-vos, um por um, quem são as terríveis mentes por trás de cada um dos partidos, que se escondem na penumbra, numa audaz tentativa de enganar toda a nossa população. E entrevistá-los! (para isso contamos com a ajuda de fatos anti-bala, anti-cuspo, anti-criptonite e anti-demagogia)

É o futuro do nosso país que está em risco. Para isso preciso desesperadamente do vosso apoio, e como tal deixo aqui um banner para vocês colocarem nos vossos blogs durante esta semana, se tiverem um resquício de patriotismo no fundo da vossa mente (isto dito assim parece mesmo uma cena muito grave ou assim... :))

As Produções Oranginalidade orgulham-se de apresentar... não um... não um e meio... não um vírgula oito... não um vírgula noventa e nove... mas sim DOIS banners, para poderem escolher o que preferem! Já sabem, Portugal conta com o vosso apoio a esta divulgação importantíssima!




Capitão Planeta...



Não consigo precisar o ano da escolinha que eu frequentava quando passou na tv portuguesa a bela série de animação ‘Captain Planet’. De certeza que muitos se lembram deste nosso herói cujo arqui-rival era a malvada poluição.

Bem, mas o que o Oranginalidade descobriu é que esta não foi mais que uma maquiavélica máquina de propaganda política que tem por fim último o domínio total e absoluto do Mundo!
Ora senão, atentem nos seguintes pormenores:
Ponto 1 – Qualquer herói que se preze tem sempre uma companheira, o nosso amigo Super-Homem tinha a Lois Lane, o Homem Aranha a Jane, o Tarzan a Jane (hmm esta rapariga tinha uma certa queda para o reino animal…), etc.. Ora, nunca ninguém em circunstância alguma viu o CP com uma amiga especial, nem sequer numa noite de farra na ‘disco nigth’ a tentar engatar umas moças.
Ponto 2 – Se bem estão lembrados, sempre que era necessário convocar o CP os 5 jovens (3 rapazes e 2 raparigas se não me falha a memória) que usavam um anel (sim, os rapazes também!!!) gritavam com convicção o nome do elemento que o seu anel representava:

EARTH
FIRE
WIND
WATER
Heart

Heartheart… mas que vozinha mais… mais… mais ‘sensível’ digamos assim. Então estão ali todos cheios de pujança a chamar pelo capitão e aquele rapazola sai-se com um heart sem vigor nem nada! Quer dizer se ainda fosse uma das raparigas ainda vá, mas bolas era um dos moços!

Foi assim através destas mensagens subliminares que o CP foi penetrando nas cabeças das criancinhas inocentes (hmm… má escolha de palavras… vá, não sejam mauzinhos, o mal está em quem ouve, não em quem diz) e preparando terreno para o seu ataque final, que já está em marcha aqui mesmo em Portugal!
Se não acreditam, pensem lá bem… ambiente… pessoas assim ‘sensíveis’…

p.s.: Este post não tem qualquer intenção de toldar o vosso pensamento político, ou induzir-vos na vossa intenção de voto. Para quaisquer reclamações dirija-se ao seu médico ou farmacêutico.

sexta-feira, janeiro 28, 2005

A (verdadeira) Entrevista com o (verdadeiro) Vampiro



Mantendo a sua tradição de pasquim irregular (era para escrever "jornal de referência", mas "pasquim" vende mais hoje em dia), o Oranginalidade orgulha-se de apresentar, em exclusivo para os seus leitores, a verdadeira entrevista com o verdadeiro vampiro, concedida pelo mesmo há alguns dias, na Transilvânia.

Oranginalidade - Muito bom dia, senhor Vampiro. Antes de mais, muito obrigado por nos receber aqui na cripta do seu castelo e nos dar este exclusivo.
Vampiro - Ora essa, ora essa, eu é que tenho todo o prazer em recebê-los. O negócio tem andado mau, e não tem é havido muita vida humana por aqui.
O - O negócio, Sr. Vampiro?
V - Sim, pois... que isto com o passar dos anos um vampiro tem de se tornar versátil. E então eu inventei um produto que revolucionou a classe vampiresca!
O - Ah foi? Então?
V - Um magnífico spray anti-cheiro-a-alho. Inventei primeiro para eu o usar, mas depois gerou-se um fenómeno de popularidade tal, que toda a gente comprava o meu spray. Desde outros vampiros a, inclusive, donas de casa.
O - Mas diz que agora está mau...?
V - Pois, por causa da pastilha de menta. Descobriram que o efeito da pastilha de menta é o mesmo do meu spray... e cheira melhor.
O - Uma pena, uma pena... então e que mais tem feito? Como é o seu dia-a-dia... quer dizer... noite-a-noite?
V - Pouca coisa, isto a idade já não perdoa, as artroses acabam com um vampiro... e agora primeiro que consiga entrar e sair do caixão é um cabo dos trabalhos. Até já tive de pôr uma ripa entre a tampa do caixão e o caixilho, senão qualquer dia nem para sair de lá tenho forças.
O - E quem são os seus grandes inimigos hoje em dia, senhor Vampiro?
V - Bem, acho que são principalmente três. O Bram Stoker, porque fez um filme cheio de calúnias e injúrias contra a minha vampiresca pessoa (estamos inclusive com um processo em tribunal); o Drácula, porque é um impostor e envergonha claramente a classe dos vampiros, com os seus fetiches estranhos; finalmente, a Buffy... é fácil de perceber porquê. Experimentem ter uma miudinha loura a andar atrás de vocês e a não parar de vos dar pontapés fraquinhos, para fazer de conta que aleija, não há direito!
O - Por último, pode-nos contar como escolhe as suas vítimas?
V - É conforme os dias, sabe. Mas geralmente é pelo arzinho querido do pescoço!
O - E como consegue ter o sangue frio para atacar a vítima?
V - Não, não, caro amigo, está a fazer uma grande confusão, não é por essa ordem. Eu primeiro ataco a vítima, e o sangue só o consigo depois. E além disso não é frio, é bem quentinho. Este seu pescoço por exemplo... ARGHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!

(a entrevista estava a ser transmitida em directo, não sabemos o que se passou, mas ainda não conseguimos definir o paradeiro do nosso correspondente. Às tantas o malandro gostou tanto daquilo que resolver mudar-se para algum pântano da região... que falta de profissionalismo... Bahhhh!)

quinta-feira, janeiro 27, 2005

Notas do derby



Como de vez em quando fazemos (mais quando o Benfica ganha), aqui estão algumas peculiaridades do derby (pronto... só quando o Benfica ganha!)

A cara de Simão - o número 20 do Benfica tem agora duas cicatrizes na cara. Como ninguém soube de nenhum acidente de Simão, o Oranginalidade coloca três hipóteses para o "novo look": a)fazer a barba é tramado (mas cortar-se na têmpora?!); b)desenhou as cicatrizes (mas alguém faz isto?); c)levar com o rolo da massa em casa é quase tão agudo como fazer a barba

A agressão I- Hugo Viana agrediu violentamente João Pereira. A prova disso é inequívoca! Basta ver que Hugo Viana bate na coxa do benfiquista, de forma tão violenta, que a dor chegou até à cara deste! Olhem que é preciso ser cá uma pancada...

A agressão II - Afinal parece que Hugo Viana não bateu em João Pereira! Nesse caso, o Oranginalidade apurou que quem agrediu o defesa benfiquista foi exactamente o mesmo indivídui que empurrou o Jardel há 2 anos e rasteirou o Silva o ano passado: o Homem Invisível! :) Parece que no defeso se transferiu para as águias... mas como é invisível ninguém se apercebeu.

O jogo - Grande jogo! Desta vez o nosso futebol não ficou envergonhado! (quer dizer... o Miguel Garcia faz parte do nosso futebol? É que nesse caso a frase não pode ser tão generalista)

Apanhado na corrente...

O pobre Oranginalidade foi apanhado numa corrente blogosférica. Quem atirou a corrente foi a mestra das votações, Primula Bramble, e como tal cabe-nos tentar desenvencilhar disto:

1 Have you ever used toys or other things during sex?
Não senhora! Sempre usei os brinquedos para brincar no chão do quarto ou da sala. E era tão pequenino que sexo era uma palavra tão concreta como vilipendioso.

2 Would you consider using dildos or other sexual toys in the future?
Nãããããã........

3 What is your kinkiest fantasy you have yet to realize?
Ver o Benfica ser campeão nacional. Pelo andar da carruagem... é bem kinkiest!

4 Who gave you this dildo?
A Primula Bramble...

5. Who are the ones to receive this dildo from you?
Eh eh, estão tramados... isto calha a todos!

Por mim vai para:

O Pecado da Preguiça
O Alguidar Pneumático
O Louca-mente
O Webcedário


Agora eles que se livrem!

terça-feira, janeiro 25, 2005

Follow the Candle



I'll follow the candle. I'll follow it until I find the place I seek. On a cold clear night like this, you should watch for the signs, they are above you, they are beneath you, they claim to be useful for something bigger. The enchants of the night are so close to the delights of the day, just cross them in your mind... and you'll see the candle you will find.

Do you wanna know the point of the short text? You know what... just follow the candle. Though you probably will find nothing...

JP (mais uma vítima da onda de frio, a mim paralisou-me o pensamento :) )

segunda-feira, janeiro 24, 2005

Mais códigos



Não indiferente ao sucesso de vendas "O Código Da Vinci", o Oranginalidade fez uma tentativa de arranjar mais argumentos, para os enviar a Dan Brown, e tentar dessa forma enriquecer o seu já vasto espólio financeiro.

O Código de Trapattoni - um senhor velhinho, de cabelo branco, faz as coisas de tal forma codificadas, que ninguém percebe nada. Por exemplo, o facto de insistir em pôr o Paulo Almeida a jogar, no fundo, no fundo, ainda deve significar que Jesus Cristo era lento quando em pequenino jogava à apanhada com as outras crianças da Judeia.

O Código do Chinês - este argumento explora esse mistério insondável da Humanidade: os números atribuídos aos diferentes pratos! E é que nunca são os mesmos! Não vos contamos a conclusão do livro, para não estragar o suspense, mas sabemos de fonte segura que os números deverão estar relacionados com uma forma secreta de os membros das Tríades Chinesas comunicarem entre si.

O Código de Barras - a história deste livro é igualzinha, sem tirar nem pôr, à do Código da Vinci, com a diferença de que assenta nas pistas deixadas nos quadros de um pintor francês do Séc.XIV, de seu nome Sylvain Barras. Não tem grande interesse, e é um autêntico plágio, mas só pelo título merece aparecer!

domingo, janeiro 23, 2005

A Regra de Quatro

Não é um bonito nome para um livro publicado em Portugal. Senão atentem no seguinte:

"Já viste? Aquela ali está a ler A Regra de Quatro!"
"Ordinária... dantes o pessoal ainda lia sentado..."

Coitadinho...



Na semana passada, Luís Figo esteve em Portugal para anunciar uma parceria com o Ministério da Educação, no sentido de promover a realização de uma Taça Luís Figo, cuja organização é conjunta entre o Departamento de Desporto Escolar do Ministério e a Fundação Luís Figo.

Na conferência de imprensa em que a mesma parceria foi anunciada, a Ministra da Educação referiu:

"Luís Figo deve ser tomado como um exemplo entre os jovens portugueses, porque embora desde muito novo fosse um craque a jogar à bola, nunca deixou de estudar!"

Surpreendido com esta revelação, o Oranginalidade não deixa de salientar que deve ser realmente fantástico conseguir conciliar a carreira no Sporting, no Barcelona e no Real Madrid com os estudos e com os seus 30 ou 31 anos. Iremos agora investigar até ao tutano o assunto para descobrir uma de duas coisas: dada a idade do rapaz, qual é a segunda licenciatura que ele está a tirar, ou então, é assim tão burrinho que ainda tenha cadeiras do 9º ano para fazer ao fim de tantos anos a tentar?

sábado, janeiro 22, 2005

Um prego onde?



Tenho quase a certeza de que a maior parte de vocês ouviu a fantástica notícia que a TVI (esse orgão de informação só ultrapassado em fiabilidade pelo "O Diabo" ou "O Crime") nos trouxe a lume na última semana.

Prendia-se com o senhor (sei lá de que terra, já não me lembro...) que tinha um prego dentro do cérebro há uma catrefa de anos e nunca tinha dado por isso. Se bem que a primeira pergunta que nos vem à cabeça é... "E o que é que eu tenho a ver com isso?", o Oranginalidade foi mais fundo na questão e investigou o apaixonante mundo dos...

OBJECTOS ESQUECIDOS EM SÍTIOS QUE NÃO SÃO NATURALMENTE OS SEUS

Chapéu de Chuva nos Ouvidos - Um senhor búlgaro descobriu que tinha há 30 anos um chapéu de chuva dentro do seu ouvido direito. Mas não se assuste, curioso leitor, era um daqueles pequenos chapelitos de chocolate! Parece que um dia o senhor tentou tirar a cera dos ouvidos por métodos menos ortodoxos... e foi assim que o gato foi ás filhozes (ou filhós ou filhózes ou filhós ou whatever...). Questionado se queria retirá-lo, o senhor Lobodinov disse-nos "Não, obrigadinho, mas dá-me muito jeito no banho"

Carrapeta do relógio nos dentes - Mas será que há alguém que nunca tenha passado pelo hercúleo combate de tentar acertar um relógio de pulso? O raio da carrapeta que não sai de maneira nenhuma, nem unhas, nem facas... só lá vai com os dentes! Pois, uma senhora dos Estados Unidos foi mais longe... terá arrancado a carrapeta e não deu por isso. Na primeira pessoa: "Eu vi que não tinha mais a carrapeta, e senti o espaço entre os dentes da frente aumentado, mas como agora é chique e haja quem pague para aumentar esse espaço, nem me lembrei de contar a alguém"

Animais no circo - Se não fosse por estarem esquecidos, como raio é que andaria um urso polar a rondar as terras algarvias no mês de Agosto?

Robina no Bosque - Ah, bolas... a campanha já acabou... tenho de cair na real :) (brincadeirinha!!!)


sexta-feira, janeiro 21, 2005

Vencedor!



Como bom político que tentei ser nesta árdua campanha, compete concluir a mesma com um período pós-eleitoral ao nível do habitual na política, ou seja, advogando para mim a vitória nestas eleições :)

Mas antes disso, têm de ser endereçados os parabéns, amplamente merecidos, ao Bosque da Robina, pela excelente campanha efectuada e pela paranormal capacidade de recrutar nas últimas horas de combate um número impressionante de apoiantes. Os parabéns também a todos os outros participantes, que em nada ficam a dever aos dois primeiros classificados. Como prova da minha capacidade democrática (faz de conta, é mesmo mais por gostar deles todos... :) terão directamente entrada para os meus humildes links todos os blogs participantes!

Muito importantes de agradecer são todos os apoios recebidos. Em primeiro lugar ao Zé M, que movimentou uma autêntica legião de votantes, ficando tempos e tempos a lutar da mesma forma que eu na angariação de mais um votitos... Também à minha mãe e ao meu pai, que correram os respectivos edifícios onde trabalham, a tentar caçar mais um apoio (esta gente leva a paternidade a sério!!!). Por último, a todos os meus amigos, blogosféricos e não blogosféricos, que cá vieram e que contribuiram com o seu voto para a nossa excelente pontuação. E ao Webcedário, pelo meu rico cartaz!

A nossa vitória fica para o fim. Fiquei em êxtase quando vi que a Primula Bramble (mais uma vez os parabéns também à mentora de mui nobre projecto ;)) me tinha colocado a votação. E desde esse momento o meu objectivo era um: publicitar o Oranginalidade. Pela agressividade da campanha, pareceria que a direcção da mesma subvertia essa ideia, mas não é o caso. Posso dizer-vos que, mal chegava à frente do computador, ia directamente ver, não a minha votação, mas sim o meu Site Meter. Fiquei maravilhado com o número de visitantes que tive nos últimos dias, com os comentários de muitas almas que nunca por cá tinham passado, e essa é a nossa grande vitória!

Espero que o que têm lido vos tenha agradado, que vos consiga fidelizar a cá darem um pulo, e que corresponda às vossas expectativas.

Por hoje, viva não o Oranginalidade, mas sim...

VIVA A BLOGOSFERA!

quinta-feira, janeiro 20, 2005

Com jogo sujo não nos aguentamos...

Caros eleitores, com as coisas nestes moldes, o Oranginalidade sente-se quase no ímpeto de terminar a sua candidatura eleitoral. Se não o fizer é só devido ao respeito pelos seus mais que muitos apoiantes, que tão leais têm sido, ao longo desta nossa luta honesta e perseverante.

Já os adversários... basta ver nesta foto o que nos fizeram:

(imagem alterada a partir de uma captada no Amor e Ócio)

À esquerda está o ar do nosso candidato na pré-campanha. À direita, uma fotografia que foi captada durante o dia de hoje, quando o pobre coitado ainda se esforçava por um combate justo...

Temos a clara noção de que fomos envenenados pela oposição e não concordamos com actos deste calibre... A saúde de todos os portugueses está primeiro!

Além disso (e como se a anterior notícia não bastasse...), durante o dia de hoje recebemos várias queixas de eleitores do Oranginalidade. Uns queixam-se de não conseguir abrir o site da Primula, outros de duas coisas distintas... Garantem que viram as estatísticas antes de votar, e que quando votaram por nós... ou não contou... ou contou um voto para nós e outro para a Robina. Estas pessoas ainda a esta hora vertem rios de lágrimas por não terem tido a oportunidade de participar numa eleição justa.

Por último, e acho que ainda o mais escandaloso de tudo, a Robina anunciou o apoio de José Castelo Branco à sua campanha. Mas... eleitores da blogosfera... quão mal estão vocês para sequer vos passar pelos neurónios votar num blog que tem o apoio de um ser assexuado e estranhófilo, cujas palavras de eleição são "Não me dou com o povo! O povo é estúpido! Detesto quem não é chique...!"

Por amor de Deus... são tantos os sucedidos, tantas as provas, tantos os tiros nos pés, tantas as contradições...

Para continuarem a dar o vosso voto à Robina, só se não tiverem amor-próprio. Mas tudo bem... é opção vossa!

Nós por aqui, continuamos a nossa luta humilde e justa e contamos com o seu bom senso!

VOTORANGINALIDADE!

P.S.: Grande Festa da Campanha hoje a partir das 23h30 no Dock's Club, em Lisboa. Estão todos convidados!

quarta-feira, janeiro 19, 2005

O NOSSO CARTAZ! :)

Senhoras e senhoras, ladies and gentlemen, madames et mounsieurs, como se dizia nos "Jogos Sem Fronteiras" (esse mítico evento das noites de Verão em que quase todos atingíamos, não o clímax, mas sim o Clímaco, por causa do Eládio):

Atención! Prés! Piiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!

Aí está o único, o grande, o fantástico, o imbatível, o inigualável, o super, o devastador, o superlativo, o (outro adjectivo, outro adjectivo...), o notável, o vigoroso, o vencedor...

O CARTAZ DO ORANGINALIDADE!!!



Esta obra prima foi oferta do Webcedario! Recomendo fortemente uma visita ao canto mais criativo da blogosfera!

O nosso cartaz... sem palavras! Já viram algo de tão colorido pelas bandas da concorrência? É isso mesmo, até as cores nós representamos. Somos o símbolo olímpico da blogosfera, somos a UNICEF da blogosfera, somos...

... a sua opção de VOTO para estas eleições!

VOTORONGINALIDADE!

Campanha, campanha...

Aqui estão boas novas da nossa demarche eleitoral durante o dia de hoje:

Moscovo, A Praça Vermelha tornada Laranja!

Grande magote de gente acolheu ao centro nevrálgico da ex-União Soviética para nos ouvir discursar. Um belo fogo de artifício terminou em grande a nossa presença no local. Um moscovita confessou à comunicação social "Nós gostár muntó dr Oranginálidade, ser muntó bom para todó povo russo, e ajudár muntó nós na Inverno, quando estar frio. Nós ler Oranginalidade e aquecér logo, de tanta gargalhada. Jé niem é préciso vodka!"


Paris, la belle Oranginalité

Foi do primeiro patamar da Torre Eiffel que discursámos para um Champ Cinq-de-Mars repleto de parisienses, que entraram em delírio com as nossas palavras. Disse uma senhora francesa "Esse blogue é marravilhosu, e este ambiênti ici na nôtre cité está marravilhosô, até me faz lembrarre quando la France a gagné la Coupe do Mundô!"


Brasil, Brasil

Foram horas e horas de dança e muitas caipirinhas à mistura. No final, ficou a alegria das pessoas e a garantia de que todo o povo brasileiro nos apoio. Aliás, Gilberto Gil afirmou "Esse blog aí é uma grande pédrada no charco, e vem unir ainda mais esses dois países irmãos! Ispero qui todos votem neile!"


Até ficaram com os olhos em bico!

"Malavilhoso, adolei este disculso" foram as palavras da senhora Xin Lei Tin acerca da nossa acção de campanha na Grande Muralha da China. Fomos ali para sermos vistos até da Lua. Prometemos dragões, prometemos biciletas, prometemos arroz! E todos ficaram contentes.

E o meu caro eleitor? Do que é que está à espera? Ainda não FOI VOTAR?

Pequena nota sobre a mentira



Há quem minta! Há quem minta um bocadinho! Há quem minta mesmo muito! E depois... há ainda aqueles que mentem com quantos dentes têm na boca. A Robina é um caso evidente destes últimos. Até nos faz confusão (dá inclusive uma comichãozinha marota na barriga) como é possível mentir tanto em tão pouco espaço.

Primeiro, a acusação da coligação secreta entre o Oranginalidade e o Finúrias. Pois claro... numa altura em que o Oranginalidade tinha 17 ou 18 votos de avanço para a Robina era uma medida muito inteligente. Aqui garantimos que a nossa simpatia pelo Finúrias é manifesta, mas não para uma coligação. No entanto, perante a sua honestidade enquanto concorrente, até advogaríamos a justiça do seu segundo lugar. Nota-se manifestamente o desespero premente para os lados do Bosque. Um dia destes ainda vamos ver cabeças a rolar em Sherwood...

Segundo, a criança que diz que nós mentimos e que recomenda "Ota Robina". Por esta expressão e por análises morfo-raciais cuidadas de especialistas do Oranginalidade, dá claramente para ver que a criança é natural do Uzbequistão. Ora, a nossa cara Robina nem sequer se deu ao trabalho de procurar uma das crianças no Nepal e Birmânia, países onde decorre a sua actividade ilícita, para os obrigar a empunhar um cartaz falacioso...

Meus amigos, são demasiadas evidências para continuarem na obscuridão. Muitos de vocês vivem no túnel da Robina (não criar mal-entendidos com esta expressão...) e o Oranginalidade é a luz ao fundo do túnel! (e não, não é por ser um comboio que vem lá...)

A escolha é vossa, vão-se enterrar e perder no tempo, ou querem...

AVANÇAR PARA O FUTURO?

Crianças no tsunami



Todos os portugueses se comoveram com a história do pequeno Martunis, criança indonésia que sobreviveu, completamente sozinho, ao tsunami e a 19 dias de isolamento numa praia do seu país. Foi descoberto por uma equipa de reportagem da Sky News e tinha a curiosidade de trazer vestida uma camisola da selecção nacional de futebol de Portugal. Sensibilizados com a imagem, a Federação e o seu presidente avançaram para a compra de uma casa para o pequeno sobrevivente e para a sua família.

Passando agora para o lado mais aligeirado da história, o Oranginalidade teve acesso a fontes que nos revelaram mais algumas crianças encontradas, mas com diferentes t-shirts (ter em atenção que a ideia para este blog nasceu da leitura de algo semelhante no Gato Fedorento):

- T-shirt da Pfizer: oferta à criança e família de um stock ilimitado de Viagra, válido até o petiz ser velhinho (parece que a t-shirt dizia "E dura, e dura, e dura...")
- T-shirt do MacDonalds: oferta vitalícia de Happy Meals ao menino em causa. Julga-se que a partir de certa idade, atingirá um Índice de Massa Corporal tal, que terá obrigatoriamente de emigrar para uma qualquer cidade dos Estados Unidos, onde se sentirá mais integrado
- T-shirt do Maradona: oferta... oferta... bem, se calhar é melhor ele não oferecer nada, não é? :S
- T-shirt do Oranginalidade: oferta de mil agradecimentos, porque era uma publicidade do caraças e dava imenso jeito nesta altura de campanha eleitoral

Vocês deram por isso, mas a última t-shirt é mesmo parva (ok, ok, as outras também, mas esta é mais). No entanto... meus amigos... a campanha eleitoral não pára e temos de fazer pela vida! :)

Se quiser, vote em nós aqui!!!

terça-feira, janeiro 18, 2005

A Vergonha na campanha eleitoral



Estas imagens foram captadas durante o dia de hoje, por enviados do Oranginalidade ao Nepal e à Birmânia, onde descobrimos estas crianças, postas a trabalhar pela Robina. Pelo que conseguimos apurar:

"A sinhora vinha e prometia a nós mininos que íamos vivir para um Buosque munto bónito, munto bónito... E nós siguir a sinhóra e vir parar áqui. Trabalhár durante o dia e fazer fila todo o dia para ir votar não sei em qué num computádor. Parecer que ser num blogui ou qui é, mas não saber."

Foi lamentável descobrir esta situação, e além de a denunciarmos à ONU, anunciamos que uma das meninas que aparece na fotografia é ligeiramente parecida (dá ares) com uma prima em quarto grau do Gilberto Madaíl, e que, como tal, a FPF garante que vai construir uma casa nova para essa menina e enviar material desportivo para ela e para a sua família.

Mais um gesto bonito, com o patrocínio do Oranginalidade, o blog que está sempre lá quando é necessário.

Jogo limpo é o nosso lema! E com o nosso lema, iremos até ao fim, por uma Blogosfera livre! Por uma Blogosfera em que as crianças possam brincar, correndo pelos campos. Por uma Blogosfera em que os idosos possam jogar uma suecada, sob um sol ternurento e acolhedor, sem preocupações. Por uma Blogosfera em que você não fica doente muito tempo (sim, já sabe que 3 dos autores do Oranginalidade são quase-quase médicos?)!

E para isso...

Para isso contamos com o SEU VOTO!

Se mais provas fossem necessárias...

Caros eleitores, o Oranginalidade não se compadece com cabalas. Trago-vos aqui o George para um comunicado de última hora:

"Eu, venho por este meio comunicar à comunidade blogosférica o meu repúdio por ser colocado num cartaz eleitoral do Bosque da Robina. Garanto que não fui contactado para aparecer em tal cartaz, e que reitero o meu apoio ao Oranginalidade. Acho ainda, no mínimo, peculiar que a autora desse blog zombe da cor laranja e use essa mesma cor para o fundo do seu cartaz eleitoral onde me usa sem o meu consentimento,

George Clooney"

E para aquecer mais a campanha, fiquem os nossos eleitores a saber o que nós já fizemos por muitos, para perceberem o que podemos fazer por vocês:

Fomos os primeiros a chegar à Lua!


Fomos um dos grandes Pais Fundadores!


Fomos nós que erguemos as estátuas da Ilha da Páscoa!


Mais ainda... chamamos a vossa atenção para um assunto. Vários adversários têm usado o argumento eleitoral "Os portugueses estão fartos de laranjas, ninguém vai votar em nada laranja". Ora, sendo o Oranginalidade um blog apolitizado, gostava de perceber se o repúdio por tudo o que é laranja, vai tornar os meus co-nomeados em pessoas que pela manhã se deliciam com o seu sumo natural de rosas! Ou à sobremesa comem sempre uma docinha fatia de torta de rosas!

P.S.:As imagens do Bosque da Robina, têm muito mais qualidade que as nossas. As nossas são toscas e mal definidas, mas é porque somos pobres, percebemos pouco de informática e a única coisa que temos para vos oferecer, tenta ser a criatividade. Aquilo com que vocês podem contar para o país quando nos elegerem.

Então? Ainda não foram votar no Oranginalidade???

A Verdade é como o Azeite

Portuguesas e Portugueses, no dia de ontem, o Oranginalidade não postou campanha eleitoral, porque teve de realizar alguns contactos de última de hora, de modo a reforçar a sua equipa de futuro.

Assim, aqui ficam as novidades. Não se esqueçam é de votar aqui.

Conferência de imprensa de George Clooney e Oranginalidade

(esta foto é o registo cabal de que as notícias encontradas no Bosque da Robina são pura ficção)

Repórteres: George, como se sente por apoiar o Oranginalidade?
George Clooney: Bem, estou muito feliz por estar aqui. Aqui o meu amigo JP, que se mascara de cabeça de laranja em altura de eleições da blogosfera, pediu-me ajuda... e eu não lhe ia dizer que não.
R: E quanto ao facto da Robina afirmar que faz parte da campanha dela, estando inclusive a sua foto nos outdoors?
G: Isso é falso, totalmente falso, e no lugar devido os meus advogados irão tratar disso. A verdade verdadeira, é que estou em Portugal para tentar sensibilizar o público feminino a votar no Oranginalidade. Era o mínimo que eu poderia fazer pelo meu grande guru da Medicina. Este JP ensinou-me tudo o que eu precisei para não fazer papel de parvo no E.R.

Foto promocional com Catherine Zeta-Jones


Declarações de CZJ: "Estou muito feliz por poder apoiar o Oranginalidade. Acho que é um blog à minha imagem e vou tentar que o público masculino siga a minha intenção de voto. Soube do Oranginalidade durante o Verão, porque o Michael, quando esteve cá para os Laureus Awards, apercebeu-se da extensa fama deste blog. Não se esqueçam de votar"

Encontro com o Rei


Tivemos inclusive de ir de Ferrari a alta velocidade para apanhar o Rei Pelé, que ameaçava ser raptado por algum outro blog. Mas está garantido o seu apoio e Pelé já disse... "O Oranginalidade está para esta votação, como a bola estava nos meus pés, é para ser bem tratado!".

O Grande Apoio que faltava


Depois de Pinto da Costa, o Oranginalidade também foi recebido por João Paulo II, que se revelou um grande apreciador do nosso blog, o que prova por completo a modernização da Igreja, o que muitos insistem em refutar.

domingo, janeiro 16, 2005

Hoje a Blogosfera, amanhã o Mundo!



Para quem ainda não sabe, o Oranginalidade foi, muito gentilmente, nomeado para o TOP 5 da Primula Bramble, e está a votação esta semana, juntamente com outros 4 blogs.

Assim, fica aqui o pedido de Maioria Absolutíssima para o Oranginalidade :) A todos os que dão valor à vida, façam um favor a vocês próprios e vão aqui! Na coluna da esquerda está lá um belo rectângulo onde podem seleccionar o blog em que querem votar. O rectângulo, por acaso, fica bem mais bonito quando seleccionam o Oranginalidade. Experimentem fazê-lo e depois carreguem em "Decide!" para ver se a estética não é elevada ao seu expoente máximo! :D

Algumas personalidades juntam-se à campanha do Oranginalidade e aqui ficam os seus depoimentos:

"Eu fui às urnas, e votei no Oranginalidade. Gosto da cor e além disso o autor tem dois nomes iguais a mim. O PPD-PSD quer muito que o Oranginalidade ganhe!" - Dr. Pedro Santana Lopes

"Votei no Oranginalidade, porque é preciso acreditar. Não prometo o que não posso cumprir, mas posso prometer que, se votarem no Oranginalidade, vou dar pensões chorudas aos mais velhinhos!" - Eng. José Sócrates

"O Oranginalidade, hmm hmm, só vos vou dizer uma coisa, hm hm. Foram os Portugueses... hm hm... que descobriram o Brasil... hm hm. E agora os senhores entendem isto como quiserem... hm hm... desde que votem no Oranginalidade!" - Luís Filipe Vieira

"Eu penso de que o Oranginalidade é um bom blog, e fui votar neles, porque o Rui Rio disse para não votar. Façam o mesmo que eu, e Portugal só terá a ganhar!" - Pinto da Costa

"Eu votei no Oranginalidade, porque me enganei e carreguei no botão sem querer..." - Lili Caneças

"Eu 'tava a dar uma carga de pancada lá na gaja na barraca, e vira-se o puto e diz "Ó pai, já viste este blog tão giro?". E eu virei-me pró chavalo e disse "Este quê? Anda cá que quem leva com um bloco giro nas trombas és tu". De maneiras que acertei na mona do meu mais velho, ele foi de queixos contra o rato e foi assim que votámos nessa coisa, Ordinagenialidade, ou lá o que é qué isso..." - Zé Mecânico, representante do Povo

Como vêem, somos unânimes, da direita à esquerda, sem preferências clubísticas, classe alta e classe baixa, todos votam em nós.

E tu, já votaste? I WANT YOU to vote for me.

sábado, janeiro 15, 2005

Entrevista com Gandalf



Pasmem-se todos, mas o Oranginalidade conseguiu a primeira Grande Entrevista com Gandalf, o Branco.

Oranginalidade - Boa tarde Doutor Gandalf.
Gandalf - Não, não me chame Doutor Gandalf, que eu não cheguei a acabar o curso de Mágicas Avançadas. Na verdade nem licenciatura era, mas eu fiquei-me mesmo só pelo meio do 2ºAno, depois resolvi aprender por mim próprio.
O - Muito bem... já agora, falando da educação na magia, o Gandalf sempre quis ser Feiticeiro?
G - Hmmm...(lançando bafos de fumo pelo seu cachimbo) Não, para confessar, quando eu era pequeno queria ser limpa-chaminés. Já dava para ver que ia ser alto e esse era mesmo o meu sonho.
O - Então o que o fez mudar de ideias?
G - Foi quando fiz 9 anos. Nesse dia os meus pais ofereceram-me "O Teu Primeiro Kit de Feiticaria" e eu viciei-me naquilo. Ainda me lembro de ir para a escola, e de, em vez de tomar atenção às aulas de Meio Social, passar o tempo a fazer as folhas cair das árvores com a Mini-Varinha que vinha no kit.
O - E então como deu o salto para o que é hoje?
G - Bem, isso explica-se rapidamente, foi muito fugaz, coisa para durar os seus dois mil anos... Quando saí do curso não conseguia arranjar trabalho. Ainda trabalhei como caixa numa Parfois e a fritar batatas no MacDonalds, mas depois resolvi emigrar para a Terra Média.
O - E aí, é o que sabemos, não é?
G - Sem dúvida, decidi participar na Guerra do Anel, mas devo confessar que me sinto algo enganado agora.
O - Enganado? Então porquê?
G - Ah pois! Porque os elfos, para me convencerem a fazer parte da Irmandade do Anel garantiram-me que Sauron tinha armas de destruição maciça. Ora, eu fui, ganhámos a guerra... e no fim de contas não havia nada disso em Mordor.
O - Uma chatice, uma chatice... E agora, planos para o futuro?
G - Sim, por acaso tenho... Fui convidado para ir ajudar a população de Canas de Senhorim a subir a concelho e o Schwarzeneger também me pediu uma mãozinha para os lados da Califórnia. Ei! Quem são estes senhores? Ei ei! Larguem-me! Olhem que eu mando uma bola de fogo!

(entrevista interrompida devido à detenção de Gandalf, o Branco... parece que esta designação escondia a verdadeira actividade do pseudomágico, o tráfico de estupefacientes... que iam da Erva do Shire, que inclusive fumou durante a entrevista, até às que deram origem ao seu cognome)

sexta-feira, janeiro 14, 2005

O Demónio está entre nós!



Esqueçam as pragas de gafanhotos. Não liguem aos mitos sobre buracos com fogo que rompem o chão e engolem tudo e todos. Riam-se perante as imagens ridículas de um homenzinho vermelho com cornos e pés de cabra. Ignorem os vídeos do Marilyn Manson (se me estiveres a ler, um beijinho grande e obrigado pela receita da Bavaroise de Pêssego). Meus amigos, o Diabo, Belzebu himself, está entre nós! E mais perto de ti do que aquilo que tu, oh incauto leitor, possas estar a pensar. O Diabo revela-se perante nós não segundo as formas que as religiões nos demontraram, mas de um modo bem mais inteligente, tentador e pecaminoso. Está no Colombo. Está no Vasco da Gama. Está no Almada Forum. Valha-nos Deus, até está no Oceanário! É verdade: o Diabo chegou, está dentro de um copinho de pura maldade e dá pelo nome de Gelado Quente. Vocês ainda se podem salvar. Para mim é que já é Inferno certo. Depois não digam que não foram avisados.

Tangerina
(sponsored by Pecado da Preguiça )

quinta-feira, janeiro 13, 2005

Weeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee



10.000 visitas marcadas no contador! Viva vocês! VIVAAA!

Como diz o senhor do anúncio... "Aqui vou ser feliiiiiiiz!"

:D

quarta-feira, janeiro 12, 2005

A Solução para o Défice



É garantido! O Oranginalidade tem para vocês a revelação que faltava. Ganhe quem ganhar as próximas eleições legislativas, a solução para resolver o arrastado problema do défice é conhecida por nós. Isto porque os candidatos dos principais partidos incumbiram-nos de descobrir um milagre financeiro.

A nossa solução (que será a que vai para a frente) passa pelas inevitáveis receitas extraordinárias, conseguidas no final de 2005 através das seguintes vendas:

- Ilhas Berlengas (serão compradas por João Pereira Coutinho, para também ter as maiores ilhas de Portugal Continental - frase paradoxal, mas enfim - já que só a maior ilha de Angra dos Reis é pouco)

- Júlio Isidro (abdicaremos de um dos nossos maiores activos, mas o quilo do nariz está a um preço óptimo quer em Wall Street, quer noutras bolsas, e torna-se assim imperativo realizar tal medida)

- Ponte 25 de Abril (se construímos a Vasco da Gama, para quê ter duas?)

- A Torre, na Serra da Estrela (de qualquer das formas, quando dá para lá chegar não tem neve, quando tem neve não dá para lá chegar...)

- Os direitos de corte de cabelo do Eusébio (esta é mesmo só para a parvoíce, mas dado o nível do restante...)

terça-feira, janeiro 11, 2005

Viva o blog!

Três urras ao Oranginalidade e parabéns ao seu papá! Podia ter dado os parabéns ao blog mas é o seu autor que deve ser felicitado por diversos motivos. Ter dito que eu era especial é, claramente, o mais importante de todos e até podíamos ficar por aqui mas o João merece os elogios que tenho guardados.
Parabéns pelas ideias fecundas e por te teres resolvido a partilhá-las connosco. Quem te conhece sabe que este blog é uma janela para o teu cérebro e para esses circuitos neuronais tão bem afinadinhos. :) Como leitora, agradeço-te a oportunidade de poder espreitar através do vidro.
Parabéns ainda pela dedicação com que te entregas à escrita. Ainda bem que tens colaboradores (uns mais assíduos que outros) mas se fosses um papá solteiro sair-te-ias igualmente bem (já se eu fosse mamã solteira o filho teria sido entregue para adopção).

Acho que, passado um ano, o teu primeiro post deve ser recordado:

O mundo é hoje uma grande cópia de si próprio. Todos pautamos pela linearidade, pela igualdade, revelando as nossas diferenças muito poucas vezes e de formas nada brilhantes. E é por isso que vos faço um apelo: manifestem a vossa oranginalidade sempre que possam e o melhor que conseguirem. Eu aqui vou tentar fazer o mesmo!

Conseguiste!! :)

Um Ano a Servir Portugal



(cenário em que esta cena se vai passar: uma lareira em que a lenha arde lentamente, uma cadeira, um quadro com uma paisagem, eu sentado, perna cruzada, mãos cruzadas, todo um ar familiar, exceptuando ter a minha cabeça dentro de uma laranja de um "gigantone" do Carnaval de Torres)

Boa noite Portuguesas e Portugueses. Faz hoje um ano que o Oranginalidade veio ao mundo. Depois de um parto difícil, com muito muco e sangue à mistura, começámos a ver a luz do dia e, progressivamente, a ganhar o nosso espaço (ainda que ínfimo) na blogosfera. Porque o Natal foi há pouco tempo, devo dizer-vos que é bonito perdoar! E como tal, espero que todos perdoem o facto de terem existido alguns períodos de menor criatividade ou de falta de tempo, em que o blog não foi actualizado. E porque é bonito perdoar, também não vos fica muito mal desculpar a falta de piada de muitos dos posts aqui publicados. Mas sabem como é, os dementes como nós... também têm direito à vida.

Neste dia de comemoração, não posso deixar de fazer uma referência especial ao Desencantos, cujo autor me estimulou a dar os primeiros passos, e a saber que era possível partilhar os meus desvarios com toda esta comunidade que aqui se cria. Também bem cedo, o Incomensurável foi ponto de entrada para muitos que aqui vieram, bem como o Alguidar Pneumático, em que estivemos inclusivamente, numa semana, no Top dos Melhores Blogues.

Depois disso, os meus colaboradores também se juntaram ao barco (ou à laranja, neste caso) e também eles estão de parabéns. É de salientar que alguns deles até têm os seus espaços próprios, como a Joana (fonte de muitas entradas aqui também) ou a Tangerina. O Zé e a Ana são colaboradores muito especiais, e eles sabem porquê! :D

Por último, dedico este ano de escrita aos leitores, ao nosso público. Sem vocês continuaríamos a fazer sentido (bolas, não é isto que se costuma dizer...)! Mas quase nenhum. É a vossa entrada, diária ou ocasional, neste espaço, que nos estimula a todos a debitar energia no teclado e tentar fazer com que o vosso dia se torne mais alegre e mais oranginal.

Obrigado a todos,

João Pedro Lopes

(bolas, que ainda é um discurso maior que o dos políticos... mas prometo que não passei páginas)

segunda-feira, janeiro 10, 2005

Mais gémeos!

Mantendo a tradição da casa, voltámos a encontrar mais alguns potenciais irmãos!

Hugo Viana e Haley Joel Osment

(ok, nestas fotos nem estão muito parecidos, mas não se arranjou melhor...)

Ricardo e David Krumholtz (que faz de amigo do tipo do 3º Calhau a contar do Sol, no "10 Things I Hate About You)

domingo, janeiro 09, 2005

Alcoolémia



Já recebi este mail mais vezes, mas não resisti a trazê-lo aqui para primeiro plano, não vá algum de vocês não ter conhecimento do mesmo.

Assim é a Propedêutica do Álcool:

1. Sintoma: Pés húmidos e frios.
Causa: Estás a agarrar o copo com um ângulo incorrecto.
Solução: Vai virando o copo até a parte aberta ficar virada para cima
2. Sintoma: Pés quentes e molhados.
Causa: Já te mijaste.
Solução: Procura a casa de banho mais próxima e seca-te.
3. Sintoma: A parede à tua frente está cheia de luzes.
Causa: Caíste de costas.
Solução: Posiciona o teu corpo 90º em relação ao chão.
4. Sintoma: Tens a boca cheia de beatas de cigarros.
Causa: Caíste com a fronha dentro do cinzeiro.
Solução: Cospe e enxagua com um bom gin-tónico.
5. Sintoma: O chão está desfocado.
Causa: Estás a olhar através de um copo vazio.
Solução: Enche o copo!!!
6. Sintoma: O chão está se a mexer.
Causa: Estás a ser arrastado
Solução: Pergunta ao menos para onde é que te estão a levar.
7. Sintoma: Reflexo de caras a olhar para ti através da água.
Causa: Estás no lavatório a tentar ir ao grego.
Solução: Mete o dedo (na garganta).
8. Sintoma: Ouves as pessoas a falar com um estranho eco.
Causa: Tens o copo na orelha.
Solução: Pára de te armar em parvo.
9. Sintoma: A discoteca mexe-se muito, toda a gente está vestida de branco e a música já começa a ser repetitiva.
Causa: Estás numa ambulância.
Solução: Não te mexas; possível coma alcoólico.
10. Sintoma: O teu pai parece chateado e os teus irmãos olham para ti como se não soubessem quem tu és.
Causa: Ups! Casa Errada!!!.
Solução: pergunta se sabem onde fica a tua.
11. Sintoma: Um enorme foco de luz da disco quase te deixa cego.
Causa: estás a arrochar no meio da rua e já amanheceu.
Solução: Café e uma boa sorna.

E tu? Tens mais algum sintoma que a noite te tenha ensinado? Partilha... aqui, todos somos anónimos! :D

Evolução



Quase tudo evolui à medida que o tempo passa (excepto a qualidade dos jogadores do Benfica, que quando muito involui, mas pronto, vamos deixar as mágoas para outra altura...).

Uma das mais curiosas evoluções prende-se com a perda de funções do barbeiro com o avançar da História.

Hoje em dia, todos sabem o que eles fazem. Há não muito tempo acumulavam a função de dentistas. E há ainda mais tempo tinham ainda por conta deles o papel de cirurgiões.

Não deixa de ser curioso imaginar uma situação passada há umas boas centenas de anos:

- Então Sr.Manuel, o que é que vai ser hoje? Barba, cabelo e hérnia?
- Também tinha uma variz, se pudesse ser...
- Com certeza, com certeza...

(e depois do trabalhinho acabado... lá ia buscar o espelho)

- Está bom assim?
- Está, está. Essa sutura da virilha podia estar mais disfarçada, mas deixe estar.
- Não quer secar?
- Não... deixe estar. Eu vou já para casa, não vou andar para aí a dar a perna.

sábado, janeiro 08, 2005

O Mistério do Coito



Como se ergueram as pedras de Stonehenge? Como foram ali parar as misteriosas estátuas da Ilha da Páscoa? Como foi possível construír pirâmides da dimensão das egípcias há tantos milhares de anos? E os templos das civilizações pré-colombianas?

Tudo grandes mistérios da Humanidade!

Aos quais se junta o chamado "Mistério do Coito".

Gostaria de, no mínimo, descobrir quem foi o infeliz inventor do facto da expressão que designa o local onde as crianças se podem refugiar no jogo da apanhada... ser precisamente o nome médico-científico para designar as relações sexuais.

Visto por esse prisma, não é muito bonito ouvir crianças aos berros "Estávamos os dois no coito" ou "O coito salva-nos a todos"...

Pobres crianças...

sexta-feira, janeiro 07, 2005

Repto



Não, não é rapto o título do post. Ai essa vistinha! Já iam ao oftalmologista...

O meu repto tem a ver com a maravilhosa colecção de livros RPG "Aventuras Fantásticas" ("Fighting Fantasy" no original). Estes livrinhos verdes, distribuídos em Portugal pela Editorial Verbo, polvilharam a minha infância com intermináveis aventuras e com as mais estranhas criaturas.

Assim, é com todo o prazer que convido os fãs da série a deixarem o seu comentário aqui, e o seu grande obrigado aos génios Steve Jackson e Ian Livingstone, que agora facturam bem mais a fazer jogos para PC.

Se ninguém deixar nada, tudo bem... mais livrinhos verdes ficam para mim! :D

O novo dicionário do palavrão

Há palavras que não são consideradas asneiras, mas deviam. Em primeiro lugar, porque o verdadeiro palavrão, aquele que serve para agitar uma conversa, está á cair em clara banalidade. E em segundo, porque existem léxicos que são de tal modo brutais que me custa ouvi-los sem pensar logo em coisas violentamente badalhocas. Exemplos? Ok, bolinha vermelha no canto do blog e vamos a isto:

- Varejeira. Além do bicho ser nojento, a própria palavra não lhe fica atrás. Vide por exemplo no contexto “vai mas é apanhar na varejeira”.

- Piaçaba. Novamente, o significado actual desta palavra transporta-nos logo para o universo do chamado “humor cócó”. Mas o léxico pode ter força por si só: “Aquele gajo é mas é um granda piaçaba.”

- Escorbuto. Desagradável doença, ainda pior ofensa. Tentem na vossa próxima discussão atirar com um “monte de escorbuto, pá!” ao receptor da vossa ira.

- Agasalho. Imaginem só claques de futebol gritando para o adversário: “Oh Clube Desportivo de Oliveira de Azeméis, vai para o agasalho!”.

- Tamboril. “Eu queria era ver aquele tipo com tamboril até ao pescoço”. Não soa propriamente a desejo de um futuro mágico e risonho, pois não?

Alguém por aí tem mais ideias?

Tangerina

quarta-feira, janeiro 05, 2005

Pôr os pontos nos i's.



Bem... Se calhar é melhor não ser nos i's que eu ponho os pontos. É que ao fim de 3 anos e alguns meses começámos a aprender a coser. A coser meias? - perguntam vocês. Não, não foi a coser meias. Mas também não posso dizer que tenham sido pessoas. Como bons aspirantes de cirurgião, começámos por esse fabuloso exemplar animal chamado gaze hospitalar envolvida em fita adesiva. E apenas vos garanto que devemos ter cozido de uma forma fantástica, já que a dona Gaze não se queixou nem uma vez.

Por isso agora já sabem, feridas abertas? Cabeça partida? Problemas psicológicos? (Bem, este talvez não vá lá com agulha e linha...) Venham ter com alguns dos vossos amigos Oranginais e eles voltam a pôr tudo no sítio!

domingo, janeiro 02, 2005

Resoluções para 2005



As minhas resoluções para 2005:

- Comer menos doces (tá bem, tá...)
- Sofrer menos com o Benfica (ainda se eles ajudassem...)
- Acreditar que há políticos competentes (vou fazer um esforço, mas não prometo nada...!)
- Passar o ano a ir para a neve fim-de-semana sim, fim-de-semana não
- Ganhar o EuroMilhões (a resolução de cima está totalmente ligada a esta)
- Fazer com que haja neve esquiável durante todo o ano (mais uma vez ligada à resolução acima da de cima, e a contar com uma boa cunha junto do São Pedro)
- Deixar de me dar com as tartarugas das Ilhas Galápagos (vai ser fácil, a nossa relação é já muito ténue)
- Passar a dar-me com as iguanas das Galápagos (assim tenho motivo para lá ir e para pedir desculpa às tartarugas por me ter deixado de dar tanto com elas)
- Quando chegar ao último dia do ano, não fazer resoluções para 2006

sábado, janeiro 01, 2005

Dúvida existencial para abrir o ano

1998 é porque era a Expo...

1999 era o último ano antes do mundo acabar e por isso "tonight we gonna party like it's 1999"...

2000 era o início do Milénio e os computadores iam todos com os porcos...

2001 é que parece que afinal é o início do Milénio (e de Século) e dava sempre para pensar no filme do Kubrick...

2002 era giro porque era capicua...

2003 era porque a retoma estava aí mesmo a rebentar...

2004 era porque vinha aí o Euro e nós íamos ganhar de certeza....

E 2005? Que raio é que eu faço com este ano?

Tangerina

A Passagem

Ontem à noite, do terraço! :)