quarta-feira, janeiro 19, 2005

Pequena nota sobre a mentira



Há quem minta! Há quem minta um bocadinho! Há quem minta mesmo muito! E depois... há ainda aqueles que mentem com quantos dentes têm na boca. A Robina é um caso evidente destes últimos. Até nos faz confusão (dá inclusive uma comichãozinha marota na barriga) como é possível mentir tanto em tão pouco espaço.

Primeiro, a acusação da coligação secreta entre o Oranginalidade e o Finúrias. Pois claro... numa altura em que o Oranginalidade tinha 17 ou 18 votos de avanço para a Robina era uma medida muito inteligente. Aqui garantimos que a nossa simpatia pelo Finúrias é manifesta, mas não para uma coligação. No entanto, perante a sua honestidade enquanto concorrente, até advogaríamos a justiça do seu segundo lugar. Nota-se manifestamente o desespero premente para os lados do Bosque. Um dia destes ainda vamos ver cabeças a rolar em Sherwood...

Segundo, a criança que diz que nós mentimos e que recomenda "Ota Robina". Por esta expressão e por análises morfo-raciais cuidadas de especialistas do Oranginalidade, dá claramente para ver que a criança é natural do Uzbequistão. Ora, a nossa cara Robina nem sequer se deu ao trabalho de procurar uma das crianças no Nepal e Birmânia, países onde decorre a sua actividade ilícita, para os obrigar a empunhar um cartaz falacioso...

Meus amigos, são demasiadas evidências para continuarem na obscuridão. Muitos de vocês vivem no túnel da Robina (não criar mal-entendidos com esta expressão...) e o Oranginalidade é a luz ao fundo do túnel! (e não, não é por ser um comboio que vem lá...)

A escolha é vossa, vão-se enterrar e perder no tempo, ou querem...

AVANÇAR PARA O FUTURO?

Sem comentários: