terça-feira, agosto 10, 2004

Pães e companhia

- A seguir, faxavôri!

E pessoa atrás de pessoa, cada um pede a sua sandes. Uns preferem o queijo derretido a entrelaçar-se no bacon, outros o frango de aviário "entranchado" no pão e há ainda os que se deleitam com as delícias do mar, vulgo "marisco dos pobres". Em comum têm todos algo: estão nesta mesma fila à espera da sua sandes.

E, de forma magnífica, a rapariga do balcão vai perguntando o que o cliente quer, mas não o cliente que está perto dela (esse já o atendeu). Questiona, isso sim, o sexto ou sétimo da fila e, após a resposta deste, lá acrescenta mais um tabuleiro à panóplia de tabuleiros vazios, com tickets soltos e selvagens, que estão à sua frente.

Os sete coitados lá vão pacientemente esperando que as lesmas que trabalham nestes postos de "comida rápida", em tradução à letra, se dignem a trazer o seu pedido. Entretanto, podem até divertir-se a ver o Cajó a beliscar o traseiro da Vanessa, e assim testemunhar o amor entre dois empregados desta empresa de sandes. E violência verbal também não falta, visto que a Vanessa começou a gritar com o Wanderley, dada a velocidade de caracol com que este preenchia os pacotes das batatas fritas.

E assim se espera pelo almoço nos dias de hoje. Resta saber o que vem... a seguir, faxavôri!

Sem comentários: