sexta-feira, agosto 13, 2004

A tradição do espelhinho



Hoje de manhã no barbeiro passou-se o que se passa sempre...

- Olá senhor Fernando, como está?
- Vaixe andando, vaixe andando.

Depois lá se fala de bola, lá se tenta escapar às investidas do barbeiro para mudar o tema para a política e por aí fora.

Mas o momento que considero o clímax do corte de cabelo tradicional, é quando no fim o senhor pega num espelhinho pequenino e nos mostra a parte de trás do cabelo. E ao mesmo tempo olha para nós e cabe-nos acenar. Apenas me pergunto, porque raio acenamos nós a aprovar o corte???

Acham que se o senhor nos tivesse esgravetado o cabelo todo lá atrás ia mostrar a calamidade do seu trabalho? E quando o trabalho não está escandalosamente mau, pouco sabemos para opinar sobre o assunto...

Enfim, digam que sim.

Sem comentários: