sábado, maio 07, 2005

A vergonha do costume!



Uma vergonha! O futebol continua a asfixiar todos os outros acontecimentos em Portugal. Senão basta ver... na última quinta-feira um clube de bairro (eh eh, brincadeirinha, no hard feelings...) apurou-se para a final da Taça UEFA e essa foi a única notícia ouvida nas horas e dias seguintes.

O Oranginalidade (tirando o autor Ze M, que foi feito toni para o aeroporto até às 6 da manhã esperar o tal clube de bairro) acha lamentável que dois marcos altamente prestigiantes para Portugal tenham sido ofuscados de forma tão brutal.

Ninguém se apercebeu que a Sociedade Recreativa de Agulhas do Palheiro de Cima venceu o magnífico prémio "Martelinhos de Ouro", correspondente à vitória no Grande Concurso de Xilofone de Chernobyl. Isto sim devia ser conhecido por todos. O senhor Mário Balazeta, líder da colectividade confessou ao Oranginalidade que "assim nem dá vontade de continuar a martelar nas teclas do xilofone, é que nem condecorados pelo Presidente da República fomos". Lembramos ainda que na final, os nossos representantes se degladiaram com a grande potência mundial do xilofone, o Grupo dos Três-bracistas de Chernobyl, que ainda para mais jogava em casa!

Como se não bastasse, também se observou o eclipse de outra grande vitória nessa noite. Falo, obviamente, de Toni Quatrolhos, que venceu o Campeonato Europeu de Berlinde em SUB-17. Este míudo faz-se! E é a grande esperança do berlinde europeu nesta altura. No próximo mês de Setembro Toni vai deslocar-se a Bagdad, onde o terreno está actualmente muito propício para jogar ao berlinde, para disputar o prestigiante World Cup of Berlindes SUB-17, competição oficial da FIGA (Federação Internacional do Guelas e do Abafador). Isto sim devia ser notícia de abertura do telejornal!

Sem comentários: