domingo, outubro 16, 2005

A hipérbole dos tempos e o sucesso de vendas inesperado



O fim de semana trouxe consigo muita notícia futebolística, mas acho que há três aspectos essenciais a salientar, que são talvez o mais importante de toda a notícia.

A hipérbole - José Peseiro é um tipo muito odiado. Ninguém gosta de José Peseiro. O treinador leonino terá mesmo confessado a amigos íntimos que se sente "quase tão odiado como o Carrilho", o que mostra a tristeza que preenche a sua alma por estes dias. O "Prémio Hipérbole" vai para os adeptos leoninos, que deixaram em casa os antigos e tradicionais lenços brancos, para mostrar fraldas brancas e gigantes lençóis brancos a José Peseiro. Parece que lhe querem mesmo fazer a cama...

O sucesso de vendas - Luís Filipe Vieira terá conseguido vender um número considerável de KITs de sócio do Benfica no último Sábado no Estádio do Dragão. Ainda para mais vendeu estes KITs a adeptos portistas. Só assim decifrámos a afirmação de Co Adriaanse "Só vi adeptos do Benfica a acenarem lenços brancos da bancada". Pois é, e tens sorte Adriaanse, não serem lençóis. Não sei se já alguém pensou nisso, mas o nome deste homem mostra que ele é apenas co-adriaanse, ou seja... enquanto não chegar o resto do adriaanse, não sei onde poderá chegar o Porto. O "Prémio Nostalgia" vai esta semana para Bruno Alves, que nos lembrou o nosso querido e malogrado Tarzan Taborda.

Sem comentários: