quarta-feira, março 30, 2005

Código secreto da estrada



Soubemos de fonte segura (a do costume, com a credibilidade do costume) que o novo Código da Estrada não conta a verdade toda aos portugueses. O que se passa é que os agentes da autoridade têm na sua posse alguns artigos secretos para apanhar os portugueses com as calças na mão! (esperemos que não literalmente...)

Vejam lá o escândalo...

Artigo 138059º - Fazer a barba com Gillete em andamento é uma contra-ordenação grave. Com máquina de barbear torna-se uma contra-ordenação leve. Com chantilly em vez de espuma de barbear torna-se muito grave (é que é um bocado gay, não é por nada...)

Artigo 8345235º - É expressamente proibido circular em contra-mão em pistas de aeroporto, podendo incorrer numa contra-ordenação grave. Em situação de iminente aterragem de avião, a contra-ordenação passa a leve, por dar mais emoção ao piloto aterrar com obstáculos na pista.

Artigo 2343535352309532582335º - Ao volante: Ouvir Demis Roussos é considerado uma contra-ordenação leve. Ouvir Padre Borga é uma contra-ordenação grave. Ouvir o CD dos Super-Dragões é uma contra-ordenação muito grave. Ouvir José Malhoa a cantar "E todo o povo gritou, até o padre ajudou... aperta, aperta com ela" é crime, com pena de prisão entre 150 e 200 anos, acumulado com trabalho cívico, mais concretamente, obrigatoriedade de limpar todo o lixo de Lisboa no dia seguinte aos festejos benfiquistas pela vitória no campeonato.

Sem comentários: