terça-feira, março 09, 2004

O exemplo do orgulho em ser de Bergen



Há terras diferentes.
Há terras em que as pessoas não são meros habitantes.
Há terras em que as pessoas têm orgulho em dizer que são de lá.

Bergen é uma terra às direitas.
Em Bergen, as crianças são desde muito pequenas ensinadas a gostar da sua cidade. São ensinadas a vestir-se com os trajes da sua cidade. Todos os anos treinam a marchar, a cantar e a declamar... até que chegada certa idade, sentem o orgulho de participar na Parada de Bergen, em que numerosos jovens desfilam perante os olhos de todos os orgulhosos bergenses.

E até um dialecto próprio esta gente tem.

E lá vão vivendo, entre os fjordes e os glaciares, entre o salmão e a pesca da baleia, entre o baixo Bergen Brygge e o alto monte onde só se chega de funicular. Freneticamente, Bergen vai existindo todos os dias... e para quem vem de fora... resta concluir: não é, de facto, difícil ter orgulho em algo assim!

Ponham-se os olhos nos Bergenses e dê-se mais valor ao que sentimos como nosso. Mas não apenas num plano conceptual... de boas intenções está o Inferno cheio. Faça-se por isso, por menores que sejam os nossos gestos. Por mais que nos custe, é como nos dizia Pessoa...

"Falta cumprir-se Portugal!"

Sem comentários: