domingo, março 28, 2004

Surpresas 1.0



Há destinos que correspondem às nossas expectativas. Outros que são uma desilusão... e finalmente há os que são uma agradável surpresa.

Sem dúvida que Bremen é uma agradabilíssima surpresa!

Quando se entra na cidade, provavelmente ninguém diz que eu tenho razão. Como boa cidade alemã, tem muita confusão, muita falta de indicações, muitos carros, muita indústria, muito sentimento de "tirem-me daqui para fora". Com uma boa dose de paciência e um olho vivo para as setas de "Zentrum"... lá se chega a uma zona que nos parece melhor. Um parque verde e um moinho em funcionamento parecem ser locais centrais, e, como tal, estaciona-se.

Saio do carro e percorro as ruas de Bremen, sem trânsito e com muitas lojas. É um passeio agradável, mas quase banal, até chegar à Praça Central, onde a estátua dos quatro animais músicos é o prelúdio das maravilhas que se seguem.

Entrar no bairro velho de Bremen é como entrar num sonho, ou melhor, é como viajar no tempo. Voltar ao ano 700 torna-se uma realidade e a mística que nos envolve é indisfarçável. Património antiquíssimo, bem cuidado e valorizado. Lojinhas que aproveitam a história e a fama da cidade. Museus que complementam o museu vivo que a própria Bremen é... Temos de tudo ali. Até belas cervejarias em que nos podemos perder e deliciar com magníficos bifes alemães e gigantescas canecas de cerveja, para quem gosta... E quem não gosta, que beba as gigantescas canecas, mas de cola ou assim... E que se termine com o sempre delicioso "apfëlstrudel"!!!

Bremen é daqueles sítios em que ninguém consegue ficar indiferente... a paixão é instantânea... e deixa marcas!

Sem comentários: