sexta-feira, junho 17, 2005

Excuse me...



Hora de ponta, pressa em chegar ao sítio X, a vida na cidade é assim, há que ir a correr de X para Y e acelerar ainda mais no regresso de Y para X. Metro... gente e mais gente. Quase ninguém se consegue mexer, quais sardinhas em lata. Para quando seis carruagens na linha vermelha. Fosse isso o mais grave...

O verdadeiro problema está nas belas das escadas rolantes. Num sítio civilizado seriam os melhores auxiliares de percurso. Mas isto é Portugal... o conceito do "quem quer ir parado encosta-se a um lado, deixando o outro livre para quem quer acelerar" aqui não existe. E então somos remetidos para uma de duas hipóteses: ou vamos com a carneirada paradíssimos ou lá temos de fazer um esforço ainda mais suplementar para subir a alta velocidade as escadas normais.

Seria assim tão difícil pensar nisto?

Sem comentários: