sexta-feira, fevereiro 27, 2004

Balaton


O sabor do goulasch fica a rondar as papilas gustativas... e no entretanto fica Budapeste para trás (qualquer dia terá um texto só para si...), enquanto aponto para sul. O fim de tarde já esteve mais longe do solo húngaro e apresso-me a percorrer uma péssima auto-estrada (que bom saber que não somos os únicos...) para chegar rapidamente a uma das principais atrações deste país, o Lac Balaton.

E merece mesmo a pena uma visita... Estaciono algures... não vejo água nenhuma... mas é ali que me dizem para deixar o carro. Sigo um trilho a pé e então lá chego ao portão da praia. Portão? Perguntam-se vocês... Sim, portão, porque as praias neste lago são pagas. Talvez seja uma forma de o preservar.

Entro no espaço que me é reservado e chama-me atenção um cheiro fresco a fruta, que emana de uma pequena cabana. Entrando lá, é um regalo ver tanto fruto cheio de bom aspecto. Fico-me por uns coloridos pêssegos e umas rainhas-cláudias de ar suculento. E não é que sabem mesmo bem? Contrariamente a alguma que nos chega cá... visto os "nuestros hermanos" embelezarem melhor do que injectam sabores...

E após a gula estar saciada... lá vou eu lago dentro... que temperatura maravilhosa, que pôr-do-sol se anuncia... Os pequenos barcos à vela vão deslizando como o fim do dia... e eu vou deslizando e perdendo-me. É assim o lago Balaton na Hungria...

Sem comentários: