sábado, fevereiro 21, 2004

Going out



Vamos sair à noite!
O que vestir? Como falar? Como segurar o copo? Ir para que sítios?

Serão estas perguntas pertinentes? A meu ver... nem por isso! Embora seja sempre importante cumprir os mínimos... a excelência da noite está na capacidade de cada um se comportar como se sente. O self da pessoa manifesta-se na forma como se veste, na forma como dança, na forma como aborda os outros... Mas dentro disso, a atitude, muitas vezes, conta muito mais do que o facto de se seguir cegamente padrões pré-estabelecidos.

A noite é diferente do dia... e é na diferença que a noite ganha definição. Obviamente... cada um sai para onde mais lhe apraz. Nem todos querem ser confrontados com a diferença... e há realmente diferenças que pecam por excesso. Mas a libertação de energias, o rush de adrenalina, o sentir-se bem consigo próprio... só são reais quando se É, independentemente do que rodeia na noite.

E que bom é um escape de vez em quando... (O escape não é o dos carros... Eu sei que vocês perceberam isso... Mas achei melhor confirmar... Porque o escape dos carros traz fumos da gasolina... Quer dizer... Os ciganos inalam gasolina... Se calhar eles gostam mesmo de um escape automobilístico de vez em quando...)

(Beijinhos e abraços para SP, FB, JMS e DSG... Eles são cúmplices hoje...)

Sem comentários: