domingo, janeiro 18, 2004

O Sol e o Frio



Há dias diferentes!

Para mim, esses dias são gelados e com o sol a entrar com uma força sobrehumana pela janela. Não há nada como o equilíbrio de opostos e é maravilhoso ver os dois pratos da balança num jogo tão harmonioso. Como será possível que quando o sol parece querer rebentar, o frio se consiga instalar e criar uma situação em que desconfiamos de nós mesmos?

Não é só com o sol a par com o frio... também desconfiamos noutras situações dos nossos sentidos. Como quando vemos repetidas vezes a revista do ano de um programa de televisão e vimos lá uma figura que julgamos não ser possível ver. Acreditem ou não... para mim, o gato com dois narizes é mais real que essa figura. Pelo menos alimenta-nos a imaginação e não o centro do vómito. Embora anatomicamente estes dois não se encontrem assim tão longe (afinal o que são alguns centímetros?), o que sentimons num e no outro não é confundível.

Por isso deixem o sol entrar pelas vossas casas neste Domingo, e abram também a porta da vossa imaginação ao gato com dois narizes e não à aberração com um.

Sem comentários: