quinta-feira, janeiro 29, 2004

Viajar é quase tudo



Ser apreciador de gastronomia tem a sua piada. Ir ao Estádio da Luz ver jogos de futebol não deixa de ser engraçado. Ir ao cinema é bem giro, e ver filmes é sem dúvida das minhas actividades favoritas.

Agora... se entrarmos no campo dos prazeres extremos, para mim o êxtase é alcançado quando pego na trouxa e deixo o país (não que fosse necessário abandoná-lo para ver coisas com valor), para partir para um qualquer lugar, desses que já tive a felicidade de poder visitar. Por isso, é natural que alguns deles vão aparecendo, quais cogumelos, neste meu "espaço de antena".

Porque viajar é quase tudo... É conseguir absorver cultura "in situ", ou seja, a melhor forma... até para as pessoas que não gostam de ler (infelizes, mas cada um é como cada qual...) ou ver o People + Arts. E não deve haver nada mais enriquecedor do que conhecer outras pessoas, outras culturas, jogar com o intercâmbio de sorrisos e cordialidades! O meu Verão (e por vezes outras alturas do ano) enche-me desse sentimento de novidade, alegria e vontade de no ano seguinte partir para um outro qualquer porto, perdido algures por aí...

Homenagem digna de se fazer ao P, grande e único responsável por esta "obsessão" que tenho por partir para ver sítios novos!

Sem comentários: