quarta-feira, maio 12, 2004

É hoje o dia 12 de Maio



Tenho a certeza que muitos de vocês receberam o entretanto famoso mail, em que se conta uma história de alguém (que é sempre muito próximo de quem conta a história ou manda o mail... cof cof) que encontrou uma carteira no autocarro/metro/barco de Cacilhas (riscar o que não interessa) e que ao abri-la viu os documentos e foi devolvê-la ao dono, que era um indivíduo indiano/paquistanês/árabe (riscar novamente o que não interessa). O senhor ficou muito agradecido e queria pagar a quem devolveu os seus pertences, mas a pessoa não aceitou e então o senhor disse-lhe: "Olhe, então só lhe dou um conselho... não beba (agora não se pode fazer publicidade, mas era uma bebida cujo nome começa por C, acaba em A, e pelo meio tem as letras OCA-COL numa ordem perfeitamente aleatória, como é óbvio) a partir de 12 de Maio".

E acabava assim. Ora... eu não estou a gozar com esse mail. Longe de mim, porque isto são coisas sérias e com isso não se brinca. Só acho foi que se esqueceram de outros conselhos que o senhor também é capaz de ter dado ao "devolvedor de carteiras", como por exemplo:

"Olhe, não fume muito tabaco a partir de 12 de Maio"
"Olhe, quando chover use chapéu"
"Olhe, quando o sinal muda para verde é para avançar"
"Olhe, estar vivo é o contrário de estar morto"
"Olhe, os gajos da P...i (preencher os espaços com as letras e, p, s) deram-me bom dinheiro para mandar este mail..."

Isto sim coisas utéis e a reter! Hmpf...

(a fotografia não é com intuitos publicitários... é só mais uma incursão de JP e o seu telemóvel ao mundo árabe, o que neste caso até vinha a propósito...)

Sem comentários: