domingo, maio 23, 2004

Laranja Mecânica



Consegui finalmente ver este filme, pelo qual ansiava faz tanto tempo. Foi graças ao meu amigo RS, que me concedeu por empréstimo o DVD da obra e eu lá me sentei a observá-la.

E apenas vos garanto que fiquei completamente "plasmado". É um grande filme, e enquanto o vemos nunca nos podemos esquecer da sua data de lançamento: 1971!!! O ambiente futurista é impressionante, a história é perturbante, mas intensa e apaixonante e a banda sonora... ui! A banda sonora até me arrepia... algo de transcendente que me obrigou a ir buscar a mesma muito rapidamente para me poder deleitar na fase pós-filme.

Kubrick encheu-me as medidas! Admito que não seja um cinema fácil de gostar, a história é muito densa, a violência roça o superficial e o vanguardismo do realizador é muito "sui generis". Mas eu pura e simplesmente adorei. Cenas como aquela em que Alex e o seu gang espancam um escritor e a sua mulher ao som de "Singing in the Rain" são absolutamente fabulosas e de um esplendor cinematográfico como poucos conseguem.

Bravo, Stanley! Bravo!

Sem comentários: