domingo, maio 02, 2004

Mãe há só uma



- Filho, traz umas bolachinhas à mãe, se faz favor.
Filho remexe na caixa e berra:
- Mãe, há só uma!!!

Sim, já sei que se estão a queixar da previsibilidade desse trocadilho, além de ser hiperconhecido, mas a minha mãe tem muito mais para se queixar do que vocês. É que tem de se debater com a hercúlea tarefa de me aturar diariamente de há vinte anos e alguns meses para cá... E para os que me conhecem pessoalmente, percebe-se que até a palavra relacionada com o herói grego é eufemisticamente empregue neste contexto.

Por isso, hoje este post é um presentinho para a mamã e tem de se pedir desculpa por algumas coisas, não é? Como por exemplo por ter dito mal do Kinas... É que recebi logo uma mensagem a dizer "Este ano, o menino entregue a lista de presentes em Outubro para eu saber, sim?". Não é preciso, mãezinha... Podem vir muitos presentes como é costume, que eu não me vou chatear por causa disso.

Bem... e agora vou ali comprar umas bolachas, já que só há uma na caixa...

(Com milhões de beijinhos para a supermãe gigaresponsável pelo feitio mimado do filho ;) )

Sem comentários: