segunda-feira, abril 26, 2004

O que se segue?

Já tiveram oportunidade de ver a nova série da TVI, Inspector Max? Gira, não é? Principalmente o facto de ser uma cópia descarada (embora muito mal representada) da série austro-germânica Rex, o Cão Polícia. Acho perfeitamente normal que se faça este tipo de adaptações nada escandalosas de séries estrangeiras. E como tal, o Oranginalidade conseguiu para vocês o exclusivo de algumas das próximas séries que a TVI e a empresa de telenovelas do Nicolau vão produzir, faladas a cem por cento na língua de Camões.

- O Terceiro Bacalhau a contar do Sol: série sobre um grupo de extraterrestres que aterra num planeta com a forma de bacalhau para tentar aprender como vivem os habitantes desse país. Para isso, tomam formas próprias desse planeta e em cada episódio vemos cenas hilariantes da sua tentativa de integração.

- Chouriço de Urgência: já esta série vai passar-se num banco de urgência de um hospital português, em que as pessoas, à medida que lá vão chegando, apanham um médico que é um "ganda chouriço" e cuja vocação era de astronauta e não medicina interna.

- 24 Horas: com vinte e quatro episódios, em cada um vemos um indivíduo a ser incriminado de algo por um jornal português, que dá nome à série. Depois... esse indivíduo tem cerca de cinquenta e cinco minutos para limpar o seu bom nome.

- Alf Aiate: um boneco castanho com um grande focinho (não... não confundir com aquele que faz peças no Caras Notícias...) vive na casa de uma família portuguesa, sendo muito engraçado, mas causando muitos estragos. A família tenta escondê-lo a todo o custo, porque tem as finanças à perna, a acusá-los de terem uma pessoa que não declara impostos em casa deles. O pai de família é alfaiate (tinha de se justificar o nome da série, não é?)

- Os Assobianos: uma família mafiosa de origem italiana vive no Cacém (não se percebe é porquê...) e organizam a sua rede criminosa a partir daí. O chefe da família, Tony Assobiano, tem pulso firme no mundo do crime, mas ao mesmo tempo tem crises psiquiátricas, e, como tal, tem consultas semanais com uma psiquiatra num consultório na Avenida Defensores de Chaves. A sua mulher está apaixonada pelo motorista do marido, que além de capanga da família, é mecânico na oficina do El Corte Inglés. Tony ainda não sabe, mas quando souber, é provável que o seu motorista se espalhe em farrapos no ar condicionado do cinema do centro comercial.

Sem comentários: